domingo, 13 de agosto de 2017

Processo causa saia justa entre Patricia Abravanel e Ticiana Villas Boas

 João Batista Jr.

                                   Reprodução/Instagramtic
De um lado a JBS, de outro a herdeira do SBT – e o no meio um escândalo de corrupção. A apresentadora Patricia Abravanel entrou com uma ação indenizatória no valor de 300 000 reais contra o executivo Ricardo Saud, da JBS. 

Em delação premiada, Saud afirmou que o deputado federal Fábio Faria, marido de Patricia, discutiu o recebimento propina em um jantar na casa de Joesley Batista e Ticiana Villas Boas, no Jardim Europa. A filha de Silvio Santos, nas palavras do delator, teria presenciado as tratativas. O áudio foi gravado no dia 10 de junho, quando Ticiana e Joesley estavam fora do Brasil. Antes de vir a público as delações, Ticiana apresentava um reality gastronômico no SBT.

A notícia do nome de Patricia no escândalo deixou Ticiana muito preocupada. Mesmo afastada da emissora de Silvio Santos, ela quis livrar sua barra e mandou um áudio de WhatsApp para Patricia. “Se você for chamada pra depor ou tiver qualquer tipo de implicação pra você, eu sou sua testemunha de defesa e vou deixar claramente que é um absurdo.” Ao tentar ficar bem com a filha do ex-patrão, a autora da mensagem desmentiu um delator e ex-funcionário de seu marido.

Ticiana foi pega de surpresa ao ver que o áudio foi usado no processo contra Patricia, mas confirmou a veracidade da mensagem. Patricia e Ticiana não se falam mais por mensagens. Quem conhece Patricia é categórico: ela está possessa. O plano de Ticiana é ficar fora do ar até meados de 2019, período em que acredita ter dado tempo para “limpar a sua imagem”. Até lá, ela pretende fazer produções de audiovisual com a sua empresa, a Tanajura Filmes. (MSN com informações da Veja São Paulo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário